Trauma, Resiliência e Superação na Clínica Psicológica

Curso de Intervenção e Ressignificação de Traumas Emocionais: teoria e prática

Objetivos

Formar e capacitar profissionais para o manejo e a ressignificação do Trauma e da Resiliência para a Superação, na clínica psicológica. Compreender os impactos do trauma reprimido no inconsciente e a linguagem do trauma, na psique e no corpo. Examinar as consequências do trauma para a saúde a doença, especialmente na Psicossomática das doenças autoimunes.

Operacionalizar as técnicas psicoterapêuticas verbais e não verbais validadas cientificamente na clínica contemporânea do trauma. Oferecer possibilidades terapêuticas para a ressignificação do trauma, na clínica contemporânea.

Uma Formação Diferenciada

O curso apresenta uma abordagem teórica multidisciplinar sobre o trauma e as técnicas  verbais e não verbais de resolução e ressignificação do trauma na clínica psicológica. 

Publico alvo: psicólogos, analistas, psicanalistas, conselheiros, profissionais da área de saúde, educadores, e estudantes universitários da área de saúde.

Professores: corpo docente formado essencialmente por doutoras, doutorandos e mestres com larga experiência na clínica psicológica de resolução e ressignificação do trauma emocional. 

Duração do Curso: o curso será constituído de 12 encontros presenciais remotos ou presenciais. O curso poderá ser oferecido de forma presencial ou EAD. 

A carga horária será constituída por videoaulas, lives, grupos de estudos dirigidos e atividades complementares. 

Atividades complementares: Leitura, discussão de filmes e vídeos, produção de um artigo de até dez páginas.

Sobre o Curso

O paciente evolui no atendimento até aquele ponto de absoluta confiança para confessar seu trauma ou seus traumas. Você como profissional de saúde ouve atentamente. E agora? O que fazer com todo esse rico e precioso material que foi depositado em suas mãos? Você sabe por experiência que ouvir ajuda mas não é suficiente. Como acolher o paciente para ressignificar o trauma? Como ressignificar o trauma numa perspectiva psicoterapeuta de superação?

Nossa formação em Intervenção e Ressignificação de Traumas Emocionais também poderá proporcionar mais e melhores ganhos em sua atividade profissional na clínica.

O trauma precisa de ressignificação. E sobre esse tema que oferecemos esse curso inédito no Brasil.

Conteúdo

Trauma, em sua raiz etimológica grega, significa “lesão causada por um agente externo”. Esse conceito migrou ao campo psicológico e, consequentemente, supõe-se com frequência que um trauma ocorre, quando as defesas psicológicas naturais são transgredidas. Sigmund Freud considerou que o trauma psíquico se caracteriza por um aumento excessivo de excitações nervosas e emocionais, em relação à capacidade de tolerância do indivíduo e à sua capacidade de dominar e de elaborar tais excitações.

Curiosamente, algumas pessoas até se beneficiam do trauma, transformando-o numa janela de resiliência e superação para o crescimento pessoal e emocional. A maneira como cada pessoa processa o evento estressante, após sua ocorrência, pode ser determinante para que o trauma seja configurado ou não.

A caracterização de um evento como traumático não depende somente do estímulo estressor, mas, entre outros fatores, da tendência da capacidade de superação do indivíduo ao longo da vida. Estima-se que 51,2% das mulheres e 60,7% dos homens tenham vivenciado, pelo menos, um evento potencialmente traumático, ao longo da existência.

Entretanto, os eventos traumáticos em si não são determinantes isolados ou exclusivos do desenvolvimento de transtornos psíquicos. Experiências potencialmente intensas e devastadoras possuem efeitos variáveis.

Dinâmica do Curso

Os cursos no formato online serão ministrados por vídeo conferência e também ao vivo (de forma remota) com a participação do professor e alunos via internet. Todas as aulas, dúvidas e debates serão realizados rigorosamente nos dias e horários indicados de acordo com a carga horária do curso. Para participar é necessário ter conexão de internet banda larga e as aulas serão acessíveis via computador (com câmera e microfone)/ e ou smartphone.

Grupos de Estudos EAD e/ou presencial (para as turmas presenciais). As aulas e o grupo de estudos EAD são os espaços nos quais o aluno poderá se aprofundar no estudo teórico e crítico dos textos dos autores clássicos e contemporâneos do Trauma. Resiliência e Superação na Clínica Psicológica, discuti-los à luz da clínica atual e trocar ideias com seus colegas, tudo sob a supervisão de um professor.

Conteúdo Programático 

Seminário Teórico-Clínico – O Trauma nas Diferentes Abordagens Psicológicas
O conceito de trauma. O trauma em Sigmund Freud, em Carl Gustav Jung, na Neurociência e na Psicologia Existencial. O mundo interior do trauma: o diálogo entre Freud e Jung sobre o trauma. O trauma e a realidade psíquica em Sigmund Freud. A teoria da sedução. A teoria dos complexos em Carl Gustav Jung e o trauma.

O trauma transgeracional nas diferentes abordagens. O trauma histórico transgeracional no sujeito e na cultura. O trauma transgeracional da Terapia Cognitiva Comportamental: o desamparo aprendido. O trauma transgeracional em Sigmund Freud. O trauma transgeracional em Carl Gustav Jung. O trauma transgeracional na Neurociência e na Epigenética.

Como o trauma interfere no equilibro energético do sistema nervoso central e produz sintomas psicossomáticos. O sintoma psicossomático como linguagem do trauma. O trauma e as defesas do inconsciente em Freud e Jung. As contribuições de Freud, de Jung e da Neurociência para uma teoria de auto cura do trauma: a neuroplasticidade do cérebro.

As técnicas verbais e não verbais na ressignificação do trauma

Nessa etapa do curso, serão discutidos diversos temas, associados técnicas verbais e não verbais de ressignificação do trauma emocional, mindfulness; transe leve; transe médio; transe profundo; transe sonambúlico. As bases neurofisiológicas e neurocientíficas do relaxamento, do transe e da meditação.

Historytelling e a ressignificação do trauma. A jornada do mito do herói como modelo de historytelling. A história em três atos: o modelo de sucesso de Hollywood. O autobiografia em quatro capítulo. Análise dos discursos de Martin Luther King: I Have a Dream; Steve Jobs em Harvard; Discurso de Nelson Mandela na Cidade do Cabo, após sair da prisão. O uso de mito, lendas, fábulas, parábolas e metáforas na arte de contar história na prática analítica. As paixões da alma. O confronto da sombra. A integração da sombra no mito de Dionísio e na experiência do Apóstolo Paulo.

Faça a reserva da sua vaga! Entrar em contato pelo formulário abaixo ou pelo WhatsApp (11) 97111-5506

OBTENHA MAIS INFORMAÇÕES