prevenco intervencao manejos crises suicidio

Curso de Prevenção, Intervenção e Manejos das Crises de Suicídio: teórico e prático.

Objetivos

Formar e capacitar profissionais de saúde e outros profissionais de nível superior, para o enfretamento, prevenção, manejo e a intervenção nas crises de suicídio. Compreender os fatores biopsicossociais das crises suicidas. Investigar cenário estatístico do suicídio, no Brasil, por faixas etárias, categorias profissionais e líderes religiosos. Buscar as relações entre transtornos mentais e crises suicidas. Criar um big data e um fórum de estudos e pesquisas com ramificações em estados e municípios com capilaridade nas Unidades Básicas de Saúde.

Público Alvo: profissionais comprometidos com a defesa e a promoção da vida humana.

Duração do Curso
O curso terá a duração de 12 encontros presenciais remotos.

O curso também poderá ser oferecido presencialmente e por EAD>

Sobre o Curso

Quando o suicídio aparece na clínica, na maioria das vezes, bate aquele desespero no profissional responsável pelo acolhimento da pessoa em situação de risco. E especialmente no profissional de saúde. O que fazer? Por onde começar? Quais manejos e estratégias seguir?

A nossa formação em Prevenção e Intervenção em Crises de Suicídio também poderá trazer ganhos pessoais e maiores rendimentos em seus honorários profissionais.

Segundo dados da Organização Mundial de Saúde de 2019, aproximadamente 800 mil pessoas morrem por suicídio, todos os anos. Cerca de 10 % da população do mundo sofre de transtornos mentais e depressivos. Desses pelo menos 30 % tentarão suicídio ao menos uma vez. De 10 % entre 30 % tentará o suicídio até dar cabo da própria vida.

A cada ano, cerca de 800 mil pessoas tiram a própria vida e um número ainda maior de indivíduos tenta suicídio. Cada suicídio é uma tragédia que afeta famílias, comunidades e países inteiros, com efeitos duradouros sobre as pessoas deixadas para trás. O suicídio ocorre durante todo o curso de vida e foi a segunda principal causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos, em todo o mundo, no ano de 2016. Para cada suicídio, há muito mais pessoas que tentam o suicídio a cada ano.

A tentativa prévia é o fator de risco mais importante para o suicídio, na população em geral. O suicídio não ocorre apenas em países de alta renda, sendo um fenômeno em todas as regiões do mundo. De fato, 79% dos suicídios aconteceram em países de baixa e média renda, em 2016.

Trata-se de um grave problema de saúde pública, no entanto, os suicídios podem ser evitados em tempo oportuno, com base em evidências e com intervenções de baixo custo. Para uma efetiva prevenção, as respostas nacionais necessitam de uma ampla estratégia multidisciplinar.

A carga horária será composta por videoaulas, lives, grupos de estudos dirigidos e atividades complementares.

O curso poderá ser presencial ou on-line. No curso on-line, a carga horária será composta por videoaulas, lives, grupos de estudos dirigidos e atividades complementares.

Observação: Algumas turmas poderão ser presenciais, até o limite de 14  alunos por turma na sede em São Paulo.

Atividades complementares: Leitura, discussão de filmes e vídeos, produção de um artigo de até dez páginas.

Metodologia

Os cursos no formato online serão ministrados por vídeo conferência e também ao vivo (de forma remota) com a participação do professor e alunos via internet. Todas as aulas, dúvidas e debates serão realizados rigorosamente nos dias e horários indicados de acordo com a carga horária do curso. Para participar é necessário ter conexão de internet banda larga e as aulas serão acessíveis via computador (com câmera e microfone)/ e ou smartphone.

Grupos de Estudos EAD e/ou presencial (para as turmas presenciais). As aulas e o grupo de estudos EAD são os espaços nos quais o aluno poderá se aprofundar no estudo teórico e crítico dos textos dos autores clássicos e contemporâneos do suicídio, discutindo-os à luz da clínica atual. Poderá ainda trocar ideias com seus colegas, tudo sob a supervisão de um professor, além de realizar atividades complementares.

Fórum Permanente de Estudos e Pesquisas Sobre a Prevenção e Tratamento das Crises Suicidas

Conteúdo Programático

Seminários Teóricos

O enigma da esfinge e o labirinto da vida e da morte.  A morte e o morrer. Conceito de suicídio.  A bioética do suicídio.

Decifrando a linguagem silenciosa do suicídio: a linguagem filosófica do suicídio; a linguagem ética e moral do suicídio; a linguagem psicológica do suicídio; a linguagem afetiva do suicídio. Psicopatologia do Suicídio:
O suicídio como emergência psiquiátrica
O suicídio nas varias fases do desenvolvimento humano.

As várias formas de suicídios. O suicídio como fenômeno multicausal: crise existencial e falta de sentido.  Transtornos mentais, suicídio, bullying, violência doméstica, abuso sexual e psicológico.  O suicídio como uma arma de guerra; suicídio como ato impulsivo de desespero; suicídio como identificação com o mito de herói; suicídio como ato de honra; suicídio como identificação objetal com a persona. Psicopatologia do suicídio. Uma teologia do suicídio. Suicídio e fé.

Estratégias para Intervenção em Crises Suicidas: fatores de risco e fatores de proteção. Técnicas e manejos de negociação com o sujeito em risco de suicídio

Estratégias validadas clinicamente para o manejo e a intervenção em crises suicidas.

Seminários Clínicos
Os Seminários Clínicos visam a qualificar o aluno para a prevenção, intervenção e manejo da pessoa em risco de suicídio. Esse tópico também, poderá ser convertido num plano de ação para a prevenção, intervenção e o manejo crises de suicídios no grupo, comunidade, organização ou instituição.

Faça a reserva da sua vaga! Entrar em contato pelo formulário abaixo ou pelo WhatsApp (11) 97111-5506

OBTENHA MAIS INFORMAÇÕES